Retrospectiva 2011 de TI

Para fechar o ano, segue uma compilação dos principais acontecimentos de 2011 no mundo de TI. Aproveito para agradecer e desejar a todos que acompanham o blog um excelente ano de 2012!

 

Janeiro: 2011 começou com uma notícia que seria um mau presságio para o que viria acontecer no final do ano, que foi o afastamento de Steve Jobs da Apple, por problemas de saúde. Mudanças também no comando do Google: Eric Shimidt deixaria o cargo de CEO, e Larry Page, um dos fundadores ao lado de Sergey Brin, assumiria. Além disso, a Microsoft começou o ano a todo vapor, lançando as versões finais do ASP.NET MVC 3, WebMatrix e NuGet, e também demonstrando, pela primeira vez, uma versão preliminar do Windows 8 na feira CES.

Fevereiro: mês de polêmicas. Na primeira, o Google acusou a Microsoft de copiar os resultados de seu mecanismo de busca no Bing. Em outra polêmica, a empresa Red Gate começou a cobrar pelo Reflector, o famoso disassembler para .NET. Os ânimos ficaram exaltados e depois do desastre de relações públicas causado pela decisão, a empresa optou por oferecer uma última versão gratuita que não expira. Outra notícia bombástica foi o anúncio da parceria entre a Microsoft e Nokia, em que esta passaria a utilizar o Windows Phone em seus celulares, no lugar do Symbian. Por fim, tivemos a liberação do Service Pack 1 do Windows 7.

Março: o lançamento de novas versões dos principais browsers marcou o terceiro mês do ano. O Internet Explorer, com sua versão 9, e o Firefox, com a versão 4. Além disso, a Apple também anunciou a segunda versão do iPad.

Abril: começaram a surgir os primeiro boatos de que iPhones e iPads seriam fabricados no Brasil, pela empresa Foxconn, o que viria a ser confirmado posteriormente. Nesse mês também ocorreu um dos problemas de segurança que recebeu grande atenção, que foi a invasão e roubo de informações da PSN - PlayStation Network, da Sony.

Maio: em Maio, a Skype foi comprada pela Microsoft, em um dos maiores negócios da história. O Google anunciou o início da comercialização de seus Chromebooks, notebooks com o sistema operacional ChromeOS, que coloca a "nuvem" no centro de tudo. Apesar de chamar a atenção, o produto não pegou, talvez pelo preço relativamente elevado tendo em vista sua configuração modesta. A Amazon divulgou que estava vendendo mais livros para Kindle do que livros de papel. Por falar em Amazon, nesse mês começaram a circular boatos de que a empresa estaria se preparando para lançar sua loja virtual aqui no Brasil. Para fechar, usuários de Macs começaram a sentir na pele os problemas causados pelo primeiro malware a infectar em massa os computadores da Apple, acabando com o mito de que essa plataforma é mais segura que o Windows, algo que provavelmente se tornará cada vez mais comum com a popularização da marca.

Junho: a Microsoft fez a primeira demonstração pública do Windows 8, no qual o destaque acabou sendo a interface Metro, inspirada no Windows Phone. Enquanto isso, a Apple anunciava sua estratégia para a "nuvem" batizada de iCloud. A Microsoft não ficou atrás e lançou o Office 365, serviço na nuvem que oferece acesso ao Exchange, Lync e Sharepoint, além dos aplicativos do Office. Nesse mês também tivemos os ataques do braço brasileiro do grupo hacker LulzSec a sites do Governo Federal e de empresas brasileiras.

Julho: após várias tentativas de se lançar nas redes sociais sem sucesso, o Google anunciou sua nova aposta com o Google+. Nesse mês também a Microsoft liberou a versão final do Visual Studio LightSwitch.

Agosto: começaram a circular notícias de que a Amazon estaria preparando o lançamento de um tablet, o que se confirmou nos meses seguintes. Em Agosto também ocorreu a compra da divisão de mobilidade da Motorola pelo Google. Um dos principais motivadores dessa negociação foram as patentes da Motorola, numa tentativa do Google de proteger o Android em uma eventual guerra de patentes. Mas a principal notícia foi o afastamento em definitivo de Steve Jobs do cargo de CEO da Apple, devido ao seu estado de saúde que só vinha piorando.

Setembro: para a alegria de muitos brasileiros, a Netflix, empresa americana que oferece vídeo sob-demanda via Internet, chegou ao Brasil. Outra notícia envolvendo o Brasil foi a de que o XBox começaria a ser fabricado por aqui, o que provocou quedas de até 40% no preço. Nesse mês também ocorreu um dos eventos mais aguardados da plataforma Microsoft, o BUILD, no qual foi apresentado em detalhes o modelo de desenvolvimento de aplicações para o Windows 8, através da nova API WinRT. Também foi liberado o download da versão Developer Preview do Windows 8.

Outubro: um "Outubro negro" para o mundo da tecnologia, que perdeu Steve Jobs, Dennis Ritchie, criador da linguagem C e um dos pais do sistema operacional UNIX, e John McCarthy, criador do LISP e um dos pais da inteligência artificial.

Novembro: nove meses após o anúncio, os primeiros smartphones Nokia com Windows Phone começaram a ser comercializados na Europa. Uma das notícias que mais chamou a atenção foi o anúncio oficial da Adobe de que não irá mais evoluir o plug-in Flash Player para browsers de dispositivos móveis. Além disso, a Amazon começou a vender seu tablet, chamado Kindle Fire, e Phil Haack, Program Manager responsável por projetos como ASP.NET MVC e NuGet, deixou a Microsoft.

Dezembro: a data para lançamento da versão beta do Windows 8 foi anunciada para fevereiro de 2012. A Microsoft também lançou a versão final do Silverlight 5, mas nada foi comentado sobre futuras versões, o que faz muita gente acreditar que essa seja a última versão do plug-in. A Amazon Web Services (AWS), o braço da Amazon responsável pela plataforma de computação na nuvem, começou a operar no Brasil. Boatos surgiram noticiando que o Google estaria desenvolvendo seu próprio tablet.

 

Loading