Feedback da terminologia do Windows 8 em português

 

Você já teve a sensação de que alguns termos do Windows traduzidos para português poderiam ser melhorados? Sempre quis dar sua opinião e influenciar na tradução para o português de alguns desses termos? Então esta é sua chance. O time de Windows, da Microsoft, abriu para a comunidade o Fórum de Terminologia do Windows 8 em Português. Nesse fórum, qualquer pessoa pode revisar e comentar um glossário de termos utilizados na interface do Windows 8, podendo também sugerir uma nova tradução para algum desses termos ou votar em alguma já proposta. Para participar, basta acessar o site e cadastrar-se com uma conta do Windows Live ID. As contribuições poderão ser feitas até o dia 21/11/11.

 

Nova versão do Fórum do MSDN Brasil

Apesar dos fóruns do MSDN Brasil terem sido atualizados recentemente, uma nova versão foi lançada no último final de semana. Dessa vez, as alterações foram mais sutis. O design foi levemente alterado, ficando visualmente mais bonito, além de mais leve para carregar. Agora, todos os atalhos relativos à sua participação ficam agrupados no lado direito das páginas, facilitando o acesso às informações.

As configurações de preferências para o fórum também ganharam alguns itens novos, juntamente com a página de perfil dos usuários. A lista de usuários que mais participam dos fóruns agora leva em conta a participação dos mesmos nos últimos 30 dias, além de serem exibidas as quantidades de respostas de cada usuário (na versão anterior, que entrou no ar no início de fevereiro, parecia que o ranking era formado de acordo com o histórico de participações desde o início de suas atividades).

A caixa de edição para resposta aparece acoplada à pergunta que está sendo respondida. Ficou melhor do que no modelo anterior, no qual o editor aparecia em um bloco "flutuante". Além disso, ao realizar alguma operação que exija comunicação com o servidor, há um indicador de processamento enquanto a requisição AJAX é executada. Anteriormente, não havia essa indicação e a pessoa poderia ficar em dúvida sobre o que estava acontecendo.

Uma característica que senti falta foi com relação a inclusão de blocos de código nas threads, que agora não permite mais numerar as linhas de código. Um ponto de melhoria que havia citado no lançamento da versão anterior foi o fato dos fóruns não estarem agrupados em assuntos. Isso havia sido corrigido  na versão anterior do fórum, logo após a publicação do post aqui no blog. Na nova versão, estão lá os principais assuntos, com seus respectivos fóruns, tudo agrupado, facilitando o uso.

Em linhas gerais, notei que houve melhorias, pois esses pequenos detalhes acabam fazendo a diferença. O que mais chamou atenção foi o fato da migração ter ocorrido ao mesmo tempo da migração dos fóruns do MSDN americano. Que isso se mantenha assim, pois antigamente meses se passavam até a versão tupiniquim ser atualizada para as versões mais novas. Parece que agora todos fazem parte da mesma plataforma, compartilhando assim as mesmas funcionalidades.

Novo Fórum do MSDN Brasil

Na semana que passou, foi lançada a versão 3.0 dos fóruns de discussão do MSDN Brasil (e também do TechNet Brasil). Essa versão já estava valendo nos fóruns americanos há alguns meses, mas só agora chegou ao Brasil. Com um visual mais moderno e agradável, o fórum ganhou ares de rede social, um conceito muito em voga com o advento da Web 2.0. Agora, os participantes do fórum podem indicar uma imagem ou uma foto como avatar para representá-los, além de uma breve descrição que faz parte do perfil de cada um.

Por falar em perfil, o mesmo centraliza todas as atividades do usuário, contendo dados de participação no fórum, contribuições no MSDN Wiki e lista de links que fazem parte do Social Bookmarking, uma espécie de favoritos do seu browser, só que compartilhado com a Internet, muito parecido com o Delicious, para quem conhece. Confesso que exploro muito pouco esta funcionalidade, que está disponível desde o ano passado, mas pretendo começar a trabalhar melhor com ela.

Sobre o fórum propriamente dito, gostei do que vi, mesmo pelos poucos dias que usei. As novidades que mais me agradaram são a possibilidade de visualizar o conteúdo de uma thread e respondê-la sem que se tenha que deixar a página principal do fórum, formatar e colorir eventuais exemplos de códigos (HTML, CSS, Javascript, C#, VB.NET, SQL, PHP, Delphi e até Python) e também classificar os posts com tags.

Existem alguns pontos que podem ser melhorados. Um deles, para mim o principal, é que os links para os fóruns dos vários assuntos ficam listados na página principal sem nenhum critério de agrupamento, nem mesmo por ordem alfabética. No fórum antigo, havia um critério que agrupava os vários fóruns por assunto e que permitia chegar ao destino de forma mais rápida. No fórum novo, temos que caçar o assunto na página, o que é meio confuso. Outro ponto é que nessa versão não estão mais disponíveis os emoticons, aquelas imagens que permitem expressar as emoções que se quer passar ao escrever algo. Claro que podemos utilizar os caracteres do teclado para formar os emoticons, mas acredito que o uso de imagens, como era no fórum anterior, é mais interessante, ainda mais quando se quer enfatizar tanto o aspecto social do fórum.

Sugiro que visitem o novo fórum do MSDN Brasil e vejam o que acha!

Novo Fórum do MSDN Brasil

Está disponível para a comunidade o novo Fórum de discussões do MSDN Brasil. Esta versão é parecida com a do Fórum do MSDN americano, cujo formato, particularmente, gosto mais do que o dos Newsgroups, pois o Fórum mantém alguns pontos positivos (como a possibilidade marcar uma resposta como sendo válida), além de trazer outras vantagens sobre os Newsgroups, como:

  • post sempre fica em evidência quando respondido, sendo posicionado no topo da página;
  • diferencia as mensagens lidas das não lidas;
  • exige a autenticação pelo Passport para publicação de mensagens, o que deve diminuir a quantidade de SPAM. Para quem não sabe, se o Newsgroups fosse acessado pelo Outlook (ou outro software de acesso a grupos de discussão), a autenticação não era obrigatória, o que causava grande quantidade de mensagens indesejadas. A autenticação pode não evitar totalmente esse problema, mas já é uma barreira a mais;
  • é possível denunciar uma mensagem como sendo abusiva (útil para SPAMs e mensagens ofensivas);
  • permite formatar o texto através de um editor WYSIWYG;
  • é possível editar e excluir uma mensagem, mesmo após sua publicação;
  • traz estatísticas de utilização do Fórum;

Além disso, também foram incluídos uma série de novos temas de discussão, como por exemplo o fórum de Visual Studio Express, Comunidades e de sugestões para o MSDN.

Eu tenho um carinho especial pelos Fóruns e Newsgroups. Essas ferramentas de discussão são muito importantes para as comunidades. Quando comecei a participar ativamente, em 2003, o formato utilizado pelo MSDN Brasil era o de Fóruns, e assim foi até o ano passado, quando os Newsgroups foram adotados. Nesses locais virtuais, aprendi (e continuo aprendendo) bastante coisa e também sempre procurei contribuir com o que sei. E quando falo isso, não estou me referindo somente ao lado técnico e profissional, mas também ao lado pessoal e humano. Aprendi que a coisa mais valiosa é compartilhar o seu conhecimento de forma voluntária, sem esperar nada em troca, além do simples fato de saber que você ajudou alguém. Também tive oportunidade de conhecer pessoas que hoje considero amigos. Por isso dou a seguinte sugestão: visitem o novo Fórum e participem, contribuindo para a comunidade, pois assim, todos saem ganhando!

Ricardo Oneda.

Primeiras impressões sobre o novo TheSpoke

A migração para a nova versão do TheSpoke pode ser comparada com a passagem do furacão Katrina (coincidentemente, ambos os eventos ocorreram no mesmo dia): tudo ficou confuso, instável e gerou protestos. Felizmente, no nosso caso, não houve conseqüências trágicas como as provocadas pelo furacão, mas pelo que andei lendo em alguns blogs, tanto de brasileiros quando de pessoas de outros países,  o pessoal não ficou muito satisfeito com o novo TheSpoke. Acredito que essa migração gerou mais insatisfação do que a migração dos fóruns do MSDN Brasil para o esquema de Newsgroups.

Alguns recursos interessantes da versão anterior não foram mantidos:

  • o MySpace (agora se chama MyGallery, mas não aceita todos os tipos de arquivo - somente figuras)
  • contador de visitas
  • o editor de posts era mais rico (por exemplo, incluir uma figura em um post era mais fácil - agora, temos que fazer na raça em HTML)
  • lista de blogs que eu assino
  • a utilização do PassPort para autenticação (essa eu realmente não entendi, justo agora que o MSDN Brasil e TechNet Brasil adotaram este sistema)

Além disso, não foram migrados:

  • os arquivo que eu tinha no MySpace
  • a lista dos assinantes do meu blog
  • a lista dos blogs que eu assinava

Os comentários dos posts da versão anterior foram mantidos, mas a classificação dos posts não. Além do mais, reativar os comentários dos posts antigos dá uma trabalheira danada. Isso já poderia ter sido feito de forma automática. Mas a pior de todas as mudanças foram as alterações do endereço do blog e do feed RSS! Haja paciência para atualizar os endereços dos feeds no leitor de RSS! 

Uma opção que eu esperava ter disponível era a possibilidade de mudar o skin do meu blog. Isso não foi implementado, mas se você editar o seu perfil, irá perceber um campo chamado Tema, que por enquanto só tem a opção default. Talvez seja um indício de que possa ser implantado um dia.

Espero que essas mudanças não causem uma debandada das pessoas que costumavam ter seus blogs aqui, apesar de já termos algumas baixas e de outros estarem pensando em mudar.

Ricardo Oneda.

Rir para não chorar

Conforme prometi no meu último post, irei escrever sobre as palestras que ocorreram com o(s) palestrante(s) local(is) no VS 2005 Training Fest. Bem, posso dizer que a palestra foi um misto de bizarrice com decepção. Não estaria exagerando se dissesse que foi a pior palestra que já vi. Tudo isso por causa do nosso ilustre palestrante (cujo nome não irei citar).

Percebia-se claramente que ele não entendia nada do assunto (novidades do .NET 2.0) e, o pior, ele também não entendia nem do básico da versão 1.X. Para complicar ainda mais a situação, ele é MCP (!) e líder de uma célula acadêmica (!!). Fiquei imaginando o quanto de informações incorretas ele já não deve ter passado para as pessoas que têm contato com ele. Vejamos algumas das pérolas que ele disse e vejam se eu não tenho razão:

  • em um dos slides, era dito algo sobre AppDomain. O palestrante disse que o AppDomain é um componente para manipular informações de usuários da rede... será que ele pensou que tinha algo a ver com um domínio do Windows?
  • sobre Generics: ele mais confundiu que esclareceu. Falou tanta besteira que nem me lembro mais direito. Só lembro dele dizendo que os Generics já existiam nas versões anteriores do .NET mas não eram muito utilizados...
  • com relação ao ClickOnce foi hilário: explicando um dos slides ele disse que o ClickOnce (na verdade ele pronunciou errado e disse ClickOne) era o "um clique" e que os controles também suportavam duplo clique (!!!!). Depois, em outro slide que também citava o ClickOnce, ele já mudou de idéia e disse achar que tinha a ver com o NetMeeting (não me perguntem de onde ele tirou isso);
  • a última que eu me lembro é dele dizendo que o tipo de dados XML do DataSet também já existia em versões anteriores do .NET Framework. Bom, isso também não é verdade, pois só no .NET 2.0 poderemos ter uma coluna em um DataTable do tipo XML. Inclusive, também poderemos ter uma coluna do tipo XML no SQL Server 2005;

Eu não quero deixar a imagem de arrogante e nem de dono da verdade, mas o que me deixou mais assustado e indignado não foi o fato dele não saber quase nada (afinal, ninguém sabe tudo) mas sim o fato dele ser um profissional certificado e líder de uma célula acadêmica e falar tantas abobrinhas. Se a pessoa não sabe, não deve se prontificar a dar uma palestra sobre o assunto. Quando fiquei sabendo que ele também daria a segunda parte da palestra, resolvi ir embora, pois não estava a fim de perder meu tempo.

Ricardo Oneda.

MVP !!!!

É com grande alegria e satisfação que comunico a todos que fui nomeado pela Microsoft um dos novos MVPs em Visual Developer ASP/ASP.NET. Para quem não conhece o programa MVP - Most Valuable Professional, segue uma breve descrição retirada do site oficial da Microsoft:

"The Microsoft Most Valuable Professional (MVP) Program recognizes and thanks outstanding members of technical communities for their community participation and willingness to help others. The program celebrates the most active community members from around the world who provide invaluable online and offline expertise that enriches the community experience and makes a difference in technical communities featuring Microsoft products.

MVPs are credible, technology experts from around the world who inspire others to learn and grow through active technical community participation. While MVPs come from many backgrounds and a wide range of technical communities, they share a passion for technology and a demonstrated willingness to help others. MVPs do this through the books and articles they author; the Web sites they manage; the blogs they maintain; the user groups they participate in; the chats they host or contribute to; the events and training sessions where they present, as well as through the questions they answer in technical newsgroups or message boards."

Ou seja, é uma maneira da Microsoft reconhecer um profissional que dedicou parte de seu tempo pessoal em contribuir de várias maneiras para as comunidades técnicas das quais participa. O título vale por um ano e é referente às contribuições ocorridas no ano anterior; no meu caso, referentes ao ano de 2004.

É claro que não consegui isso sozinho, já que a nomeação pressupõe o compartilhamento de conhecimento com outras pessoas através das comunidades. Por isso, gostaria de agradecer especialmente ao Leonardo Tolomelli, Gerente do Programa de Desenvolvedores da Microsoft Brasil e responsável pelo MSDN Brasil, aos amigos que fiz nos fóruns do MSDN Brasil (alguns deles também MVPs veteranos e novatos, como eu), aos amigos que fiz na comunidade BrDevelopers .NET (em especial ao Thiago H M Fernandes e ao Roger Serrati, mas sem esquecer de todos os demais membros, com os quais compartilho este "prêmio") e aos amigos do theSpoke!

Mais importante que o título, é saber que podemos contar com outras pessoas e com as quais podemos trocar idéias e conhecimento, sempre aprendendo. Isso é o que realmente importa e espero continuar por bastante tempo!

Se você ficou interessado em mais detalhes sobre o programa ou como ser um dos indicados, leia a coluna do Leonardo Tolomelli sobre o assunto ou então veja a FAQ do site da Microsoft.

Muito obrigado,

Ricardo Oneda.

Novos artigos no BrDevelopers

Foram publicados dois artigos de minha autoria no site do BrDevelopers. Eles são sobre navegação entre páginas no ASP.NET, que é um pouco diferente do que se estava habituado. O ASP.NET trabalha com o conceito de PostBack, no qual todas as requisições de uma página Web são feitas para ela própria. Entretanto, como bem sabemos, uma aplicação Web, na maioria dos casos, é formada por várias páginas que interagem entre si. Os artigos mostram as técnicas que o ASP.NET oferece ao desenvolvedor para realizar a navegação entre páginas:

Navegação entre páginas ASPX - Parte 1
Navegação entre páginas ASPX - Parte 2

Leiam os artigos e deixem suas opiniões, sugestões sobre futuros temas e críticas!

Aproveito para recomendar que se cadastrem na comunidade BrDevelopers, que é filiada ao INETA (International .NET Association). Nela, além de encontrarem uma lista de discussão sobre .NET extremamente ativa e com membros sempre dispostos a ajudar, vocês poderão participar de vários eventos sobre o tema que ocorrem regularmente na cidade de São Paulo, com as pessoas que mais entendem sobre o assunto. Vale a pena Smile

Ricardo Oneda.