Microsoft Phishing Filter


Como disse há algum tempo atrás, a próxima versão do IE virá com uma ferramenta anti-phishing scam. Recentemente, a Microsoft divulgou maiores detalhes sobre esta nova funcionalidade e pelo que li, é muito parecida com a barra de ferramenta anti-phishing scam da Netcraft, sobre a qual também já comentei aqui no blog.

O IE 7 também irá consultar uma base de dados para tentar descobrir se o site que está sendo acessado no momento é ou não um site falso que representa algum perigo para o usuário. Caso deseje, também será possível "denunciar" determinado site para que ele seja incluído na lista negra. O ideal seria que todas essas ferramentas compartilhassem essa base de dados, assim todos estariam colaborando para que a segurança na Internet melhorasse.

Aliás, a Microsoft está levando tão a sério a questão da segurança, que também liberou uma ferramenta de filtro de phishing scam para o Outlook 2003, que é obtida junto com o Service Pack 2 do Office 2003 que foi lançado dia 27/09.

Ricardo Oneda.

Dica: Hint WITH (NOLOCK)

 
O SQL Server 2000 dá suporte a uma série de hints que podem ser utilizadas para sobrepor o nível de isolamento da transação atual. Apesar do Query Optmizer fazer automaticamente a escolha do tipo de lock a ser aplicado na query, às vezes pode ser interessante termos controle sobre este tipo de configuração. A hint WITH (NOLOCK) permite melhorar o desempenho de uma consulta, pois, quando ela é utilizada, não é aplicado nenhum shared lock e os exclusive locks das outras transações são ignorados.
 
Abaixo segue um exemplo de utilização da hint WITH (NOLOCK), utilizando-se o banco de dados de exemplo Pubs:
SELECT au_lname FROM authors WITH (NOLOCK)
 
Note que quando essa hint for utilizada, é possível que ocorra a leitura de dados de uma transação que ainda não foi concluída, as chamadas Dirty Reads. Assim, seu uso não é recomendável nos casos em que a exatidão e precisão da consulta forem importantes. Nos demais casos, ela pode ser utilizada, já que seu uso evita o gasto de recursos que normalmente é envolvido no gerenciamento de locks.
 
Ricardo Oneda.

IE Developer Toolbar

Deu lá no blog do time do Internet Explorer: a Microsoft disponibilizou para download a versão beta de uma barra de ferramentas do IE para desenvolvedores. Quem desenvolve aplicações web sabe o quanto é complicado achar a causa de problemas em HTML ou JavaScript, e qualquer ajuda neste campo é bem vinda.

O Firefox está na frente do IE neste quesito, pois já possui uma extensão chamada Web Developer Toolbar que é uma mão na roda para os desenvolvedores web. Aliás, existem extensões para o Firefox que são verdadeiras preciosidades. Vale a pena visitar o site em https://addons.mozilla.org/extensions/?application=firefox, especialmente a categoria Developer Tools.

Se a Microsoft fizer uma barra de ferramentas para desenvolvedores tão boa quanto a do Firefox, será fantástico. Esse é o lado bom da concorrência, que faz com que todos os envolvidos se mexam para inovar, beneficiando os usuários.

Faça o download da barra de ferramentas clicando aqui.

Veja um screenshot do produto em neste site.

Ricardo Oneda

Novidades no MSDN Brasil

Na última semana, o MSDN Brasil teve alguns de seus serviços reformulados e integrados com o TechNet Brasil. E o resultado foi muito bom! Agora existe a área "Meu MSDN", onde todas as informações do desenvolvedor estão lá: dados cadastrais, as comunidades das quais participa, as especialidades (programa Desenvolvedor 5 Estrelas do MSDN Brasil e Profissional 5 Estrelas do TechNet Brasil), o Extrato Top Profissional - com a pontuação acumulada nos dois sites - e a relação de provas realizadas.

Achei que o extrato da pontuação e a relação das provas ficaram com um visual bem limpo e organizado. Além disso, foram corrigidos problemas na atribuição das estrelas do programa Desenvolvedor 5 Estrelas, que era o meu caso, já que no programa de 2003 eu havia sido "rebaixado" de 5 estrelas para 1... mas agora está tudo certo novamente.

Só achei falta do DevProfile, que por enquanto (será que volta?) está indisponível e de um extrato com as contribuições para o Sharepedia. Agora só nos resta aguardar por novos produtos na loja do site e a liberação do material e das provas da 3a, 4a e 5a estrelas do programa Desenvolvedor 5 Estrelas 2005 :)

Ricardo Oneda

Primeiras impressões sobre o novo TheSpoke

A migração para a nova versão do TheSpoke pode ser comparada com a passagem do furacão Katrina (coincidentemente, ambos os eventos ocorreram no mesmo dia): tudo ficou confuso, instável e gerou protestos. Felizmente, no nosso caso, não houve conseqüências trágicas como as provocadas pelo furacão, mas pelo que andei lendo em alguns blogs, tanto de brasileiros quando de pessoas de outros países,  o pessoal não ficou muito satisfeito com o novo TheSpoke. Acredito que essa migração gerou mais insatisfação do que a migração dos fóruns do MSDN Brasil para o esquema de Newsgroups.

Alguns recursos interessantes da versão anterior não foram mantidos:

  • o MySpace (agora se chama MyGallery, mas não aceita todos os tipos de arquivo - somente figuras)
  • contador de visitas
  • o editor de posts era mais rico (por exemplo, incluir uma figura em um post era mais fácil - agora, temos que fazer na raça em HTML)
  • lista de blogs que eu assino
  • a utilização do PassPort para autenticação (essa eu realmente não entendi, justo agora que o MSDN Brasil e TechNet Brasil adotaram este sistema)

Além disso, não foram migrados:

  • os arquivo que eu tinha no MySpace
  • a lista dos assinantes do meu blog
  • a lista dos blogs que eu assinava

Os comentários dos posts da versão anterior foram mantidos, mas a classificação dos posts não. Além do mais, reativar os comentários dos posts antigos dá uma trabalheira danada. Isso já poderia ter sido feito de forma automática. Mas a pior de todas as mudanças foram as alterações do endereço do blog e do feed RSS! Haja paciência para atualizar os endereços dos feeds no leitor de RSS! 

Uma opção que eu esperava ter disponível era a possibilidade de mudar o skin do meu blog. Isso não foi implementado, mas se você editar o seu perfil, irá perceber um campo chamado Tema, que por enquanto só tem a opção default. Talvez seja um indício de que possa ser implantado um dia.

Espero que essas mudanças não causem uma debandada das pessoas que costumavam ter seus blogs aqui, apesar de já termos algumas baixas e de outros estarem pensando em mudar.

Ricardo Oneda.